Descubra agora as 5 medidas que a administração da CISA recomenda para se proteger contra ataques cibernéticos

abril 6, 2022 Editor

O presidente dos EUA, Joe Biden, pediu nesta segunda-feira (21), aos parceiros do setor privado, “que endureçam suas defesas cibernéticas imediatamente”, apontando para “evolução em inteligência” e indicando “o potencial de que a Rússia pode realizar atividades cibernéticas maliciosas contra os Estados Unidos”.

Embora tenha prometido que seu governo “continuará a usar todas as ferramentas para impedir, interromper e, se necessário, responder a ataques cibernéticos contra infraestrutura crítica”, o presidente reconheceu em comunicado que “o governo federal não pode se defender contra essa ameaça sozinho”.

“A maior parte da infraestrutura crítica da América pertence e é operada pelo setor privado, e os proprietários e operadores de infraestrutura crítica devem acelerar os esforços para trancar suas portas digitais.

A Agência de Segurança Cibernética e Segurança de Infraestrutura (CISA, em inglês) tem trabalhado ativamente para compartilhar rapidamente informações e orientações de mitigação para ajudar a proteger os sistemas e redes americanos.

Descubra agora as 5 medidas que a administração da CISA recomenda para se proteger contra ataques cibernéticos:

  1. O uso de autenticação multifator,
  2. Consulta com profissionais de segurança cibernética para garantir que os sistemas sejam corrigidos e protegidos contra todas as vulnerabilidades conhecidas. (Se os EUA quiser nos contratar o Esquadrão IT2S estará aqui para ajudar!!!)
  3. Alteração de senhas nas redes para evitar que credenciais roubadas sejam usadas,
  4. Realização de backups (regra básica)
  5. Criptografia de dados e educação dos funcionários sobre segurança cibernética.

Biden disse ainda que “desde o primeiro dia, meu governo trabalhou para fortalecer nossas defesas cibernéticas nacionais, exigindo medidas extensivas de segurança para o Governo Federal e os setores críticos de infraestrutura em que temos autoridade para fazê-lo e criando parcerias e iniciativas públicas e privadas inovadoras para aprimorar a segurança cibernética em todo o país.”

“O Congresso fez parceria conosco nesses esforços – agradecemos que os membros do Congresso tenham trabalhado em todo o corredor para exigir que as empresas relatem incidentes cibernéticos ao governo dos Estados Unidos.”

Como sempre dissemos aqui, a tendência que os ataques virtuais se tornem cada vez mais comum, em todas as áreas, de todos os setores e de tosos os países está cada vez mais próximo.

Se você não se PREVENIR hoje, amanhã poderá ser tarde demais!!

Antecipe-se!! Solicite seu orçamento com a gente.

× Como posso te ajudar?